Glorifica Litoral 2013: Pastor e deputado Marco Feliciano manda algemar jovens

Atual presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados do Brasil, o deputado Marco Feliciano (PSC-SP), pastor da Catedral do Avivamento, teria mandado algemar duas jovens que se beijavam durante o Glorifica Litoral 2013. De acordo com matéria do jornal O Dia, um protesto durante um evento gospel com participação do pastor e deputado terminou em confusão na noite deste domingo, e duas jovens, de 18 e 20 anos, afirmam terem sido agredidas após se beijarem durante o culto:

O culto de Feliciano encerrou o Glorifica Litoral, ocorrido em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo. As informações são da TV Vanguarda, afiliada da Rede Globo.

“A Polícia Militar que aqui está, dê um jeitinho naquelas duas garotas que estão se beijando. Aquelas duas meninas têm que sair daqui algemadas”, disse o pastor, logo no início da pregação.

Joana Palhares e Yunka Mihura foram removidas à força e algemadas por seis guardas-civis municipais e foram encaminhadas para a delegacia. “Levaram a gente para debaixo do palco, me jogaram de canto na grade e deram três tapas na minha cara. Aí começaram a torcer o meu braço, me puxando”, afirmou Joana.

Feliciano afirma que as jovens foram retiradas do local porque perturbavam o ordem durante o evento religioso. “Quem luta por direitos não pode ferir o direito dos outros. Isso aqui é um culto. O código penal, artigo 208, diz que culto não pode ser vilipendiado, não pode ser humilhado e as pessoas não podem fazer baderna e nem atrapalhar um culto. Aquilo é desrespeito”, afirmou o pastor.

A nota foi encontrada aqui.

Não teria sido a primeira vez. Do Wikipedia:

Durante um culto no município de Santarém, no Pará, no dia 29 de julho de 2013, o pastor mandou que seguranças expulsassem manifestantes LGBT que abriram uma bandeira do movimento gay durante o culto. Ao perceber ativistas gays no meio do público, Feliciano disse ao microfone: “Eu só vou fazer um pedido nesse momento, eu queria saber onde estão os policiais que estão aqui. Tem uma bandeira do movimento GLBT sendo sacudida aí, as pessoas tão atrapalhando o culto. Isso é proibido pela lei. Essas pessoas podem sair daqui presas e algemadas, agora! Semana passada eu já prendi dois. Isso aqui não é casa da mãe Joana! Isso aqui é uma igreja! Respeite essa igreja! Eu convidei vocês para receber uma oração e convidei vocês para participar do culto. Pra fazer baderna, vá fazer baderna na sua casa! Vá fazer baderna lá no antro de prostituição! Vá fazer baderna lá no quinto dos infernos! Aqui não! Aqui é um lugar de glória!”

Leia mais clicando aqui.

~ por Tommy Beresford em setembro 17, 2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: