Bernardo, jogador do Vasco: Houve sequestro e agressão ?

Bernardo

Bernardo

Segundo o site do jornal O Dia, o craque Bernardo Vieira de Souza, do Vasco da Gama, se envolveu com a mulher de um traficante e acabou sendo sequestrado e agredido. Reportagem de Guilherme Santos:

Uma bola nas costas complicou a vida do apoiador Bernardo do Vasco. O jogador foi sequestrado e agredido por traficantes no Complexo da Maré, na noite de domingo, após ser flagrado com uma jovem, Daiane Rodrigues, de 22 anos. A jovem foi baleada sete vezes nas pernas e espancada dentro da Vila do João. Ela seria namorada de um traficante do Terceiro Comando Puro (TCP), facção que domina a venda de drogas na comunidade. Bernardo também foi espancado pelo bandido e seus comparsas — ele não levou tiros, mas foi torturado até com choques elétricos.

Daiane deu entrada no Hospital Santa Maria Madalena, na Ilha do Governador. Ela foi atingida por cinco tiros na perna e dois no pé esquerdo. O caso foi registrado na 37ª DP (Ilha), onde, segundo o RO de número 037-02705/2013, a vítima disse ter sido baleada na noite de domingo na Rua 14, dentro da Vila do João, sem especificar o motivo. Como o Complexo da Maré faz parte da área de cobertura da 21ª DP (Bonsucesso), o caso foi encaminhado para esta distrital.

Leia mais visitando este link.

De acordo com o portal G1, Bernardo decidiu falar na parte da tarde de sexta, 26.04.2013:

Em contato com o GLOBOESPORTE.COM, o jogador do Vasco pediu para fazer um pronunciamento. A intenção, segundo ele, é deixar claro que, ao contrário do que relata a investigação policial, ele não foi agredido por traficantes do Complexo da Maré em razão de um suposto envolvimento com uma mulher que é apontada como namorada de Menor P., chefe do tráfico local.

– Estou bem e saudável. Não fizeram mal nenhum comigo. Não sofri nenhum tipo de agressão. Estou à disposição da polícia para o que ela precisar ao longo dessa investigação – disse Bernardo, que pediu para não responder perguntas sobre o episódio.

Leia mais clicando aqui.
procura-menor-p-caso-bernardo

Entenda a história:

O delegado José Pedro Costa, titular da 21ª DP (Bonsucesso), intimou Bernardo [e, segundo algumas fontes, também Wellington Silva, este do Fluminense, que negou participação – veja abaixo] a prestar depoimento na delegacia, e informou que o traficante Marcelo Santos das Dores, o Menor P, procurado pela polícia e com recompensa de R$ 2 mil por informações, vai ser investigado por mais um processo, o de tentativa de homicídio contra Bernardo e Daiane.

No site do Fluminense, Wellington Silva nega participação:

Wellington Silva nega envolvimento em problema de Bernardo com traficantes no Rio

O caso no site Vavel, que cita Wellington Nem e Charles, do Palmeiras:

A polícia recebeu informação de que o meia estava acompanhado também de outros dois jogadores – um de clube carioca e outro de um time paulista (suspeita-se que sejam Wellington Nem, do Fluminense, e Charles, do Palmeiras), que teriam salvo a vida do jogador afirmando que, caso o jogador morresse, “a favela teria uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) instalada no dia seguinte” devido a repercussão do caso.

Leia mais clicando aqui.

O Globo Online conta que o jogador do Vasco teria “tomado choques elétricos”…

http://oglobo.globo.com/rio/bernardo-deixa-rio-adia-depoimento-sobre-tortura-sofrida-na-mare-8218019

…e, em outro link, conta que deixou o Rio e não foi à delegacia depor:

http://oglobo.globo.com/rio/bernardo-deixa-rio-adia-depoimento-sobre-tortura-sofrida-na-mare-8218019

Já o site do jornal Extra conta que o traficante Menor P “pediu desculpas” à família de Daiane Rodrigues… Mas ele não está sendo procurado ? A informação é do delegado José Pedro Costa da Silva, titular da 21ª DP (Bonsucesso):

Segundo informações recebidas pelo policial, o bandido pediu desculpas à família da jovem e teria dito que atirou contra ela por causa de uma crise de ciúme. Daiane é namorada de Menor P, que desconfiou de um envolvimento dela com o atleta.

Daiane prestou depoimento quando ainda estava internada no Hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio. A jovem não quis contar aos policiais quem atirou nela e disse que, caso os agentes insistissem, diria que foi vítima de bala perdida.

– A gente sabe que não é verdade. Foram três tiros na perna. Mas ela está apavorada. A família dela mora na Maré – contou José Pedro.

Leia mais clicando aqui.

Leia também:

Bernardo e Wellington Silva são intimados a depor sobre tortura e tiros em favela
Diretor do Vasco diz que Bernardo passa bem: “questão é psicológica”
Traficante suspeito de torturar jogador tem recompensa de R$ 2 mil

O caso repercutiu em sites internacionais:

Police to probe alleged torture of Vasco da Gama player Bernardo in Rio de Janeiro slum
Vasco da Gama midfielder Bernardo kidnapped and tortured

~ por Tommy Beresford em abril 26, 2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: