Madonna e o caso Pussy Riot

Na terça-feira, 07.08.2012, a cantora Madonna afirmou, durante um show em Moscou, que reza pela liberdade das integrantes da banda de punk Pussy Riot, que podem ser condenadas a três anos de prisão por terem feito uma “oração” contra o presidente russo. Pouco depois, um vice-primeiro-ministro russo, Dmitri Rogozin, usou seu Twitter para chamar a cantora (segundo a Folha Online) de “puta velha” que se atreve a dar “lições de moral” ao pedir que as cantoras do grupo punk Pussy Riot sejam libertadas:

“Com a idade, toda puta velha tende a dar lições de moral a todo mundo. Em particular, em suas viagens pelo estrangeiro”, tuitou Rogozin, vice-primeiro-ministro da Indústria da Defesa.

Pouco depois, em meio a uma troca de mensagens no Twitter, Rogozin enviou outra mensagem a Madonna: “Ou tira sua cruz, ou usa umas calcinhas”.

Leia mais clicando aqui. A foto abaixo é da matéria da Folha Online.

Da esquerda para a direita, Nadezhda Tolokonnikova, Maria Alyokhina e Yekaterina Samutsevich

Da esquerda para a direita, Nadezhda Tolokonnikova, Maria Alyokhina e Yekaterina Samutsevich

~ por Tommy Beresford em agosto 8, 2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: