Miss Brasil 2011: Uma análise pessoal

Difícil falar muita coisa de um concurso de Miss Brasil com quase todas as misses claras e de longos cabelos escuros. Não há mais negras bonitas no Brasil ? Claro que sim, aos milhares. Mas parece que este ano, talvez com a “pressão internacional” (hein?) de ter um Miss Universo pela primeira vez no país, a ansiedade era escolher uma “miss nacional de padrão internacional”… vixe.

Miss RS e Miss Brasil 2011

Miss RS e Miss Brasil 2011

Nem louras… na verdade havia duas, uma do Piauí e outra de Santa Catarina. Vantagem para a segunda, mas esta não chegou entre as cinco finalistas, meu único erro entre as derradeiras concorrentes. Com tantas misses parecidas, acho que meus prognósticos foram pura sorte: acertei 12 das 15 classificadas, 8 das 10 semifinalistas de 4 das 5 fialistas.

Miss Piauí foi a Miss Simpatia do ano, escolhida pelas colegas. A linda Miss Rio Grande do Sul era a (minha) grande favorita desde o início, mas meu medo era que colocassem Miss Minas Gerais no páreo de novo, mas esta ficou apenas entre as 15: não merecia estar entre as finalistas, embora fosse uma beleza que pelo menos saía um pouco do padrão das demais. Miss Rio de Janeiro só levou o prêmio de traje típico, nem entre as 15 ficou. Aliás, mais uma vez havia trajes típicos lamentáveis.

Jornal O Dia, 25.07.2011

Jornal O Dia, 25.07.2011

Entre as cinco finalistas, as respostas não foram boas, e achei que a disputa final iria ficar entre RS e Acre. A bela Miss Bahia foi longe demais: na minha opinião, como eleger uma miss que não solta o cabelo em nenhum dos desfiles ? Ficou em segundo, escapando da viagem a… Salvador. Além da coroa, a miss Rio Grande do Sul Priscila Machado (que já confessou que já fez 3 plásticas e, como divulgado nos jornais (veja ao lado), já teve fotos de nudez divulgadas na internet) ganhou R$ 200 mil em contrato de trabalho com a Gaeta Produções, uma viagem para Lisboa com acompanhante e um carro 0km. Segunda colocada, a baiana Gabriella Rocha foi premiada com uma viagem para Buenos Aires, também com acompanhante, e a Miss Acre, Danielle Knidel, terceiro lugar, receberá uma viagem para Salvador.

As apresentadoras Adriane Galisteu e Nayla Micherif (Miss Brasil 1997 e atual organizadora do evento) não comprometeram, apesar dos clichês, e nem trocaram de roupa, para minha surpresa. O grande momento, que ficará marcado como o melhor (vixe) dos últimos anos, foi a declaração de Nayla sobre Débora Lyra, a Miss Brasil 2010 que entregaria a faixa: “Obrigada à Debora Lyra e parabéns por ter perdido os 15 quilos que ganhou no último ano!”. O comentário fez com que Nayla recebesse na internet o título de “bichamá” do ano. Vixe.

Resultado final:

1. Miss Rio Grande do Sul
2. Miss Bahia
3. Miss Acre
4. Miss São Paulo
5. Miss Amazonas

Todas belas misses. Claras e de cabelos escuros.

Desfile da Miss Brasil 2011

Desfile da Miss Brasil 2011

Leia também:
Miss Brasil 2009: Uma análise pessoal
Miss Universo 2009: Uma pequena análise pessoal
Miss Brasil 2010: Uma análise pessoal
Miss Universo 2010: Uma pequena análise pessoal

Leia mais, em breve, no blog Pensamentos de Uma Batata Transgênica:
http://batatatransgenica.wordpress.com/

Conheça também:
Misses Estaduais
http://missesestaduais.wordpress.com/

Post relacionado:
Retrospectiva: As dez Misses Brasil mais recentes

Jornal Metro Rio de 25.07.2011

Jornal Metro Rio de 25.07.2011

~ por Tommy Beresford em julho 25, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: