Homenagens a Glauco Villas Boas

DJota Carvalho, Bira Dantas, Elias de Carvalho Silveira, Mário Cau, Deivy Costa, Wesley Samp, Alessandro Guarita, Caio, Cláudio Oliveira, Tiago Vasconcelos Modenesi e a Revista Mad são apenas alguns dos que homenageram Glauco, o cartunista e quadrinista assassinado em 12.03.2010 no estado de São Paulo, no blog Universo HQ: veja a homenagem clicando aqui.

Homenagem de DJota Carvalho no blog Universo HQ

Homenagem de DJota Carvalho no blog Universo HQ

Postado por Adão Iturrusgarai às 11h08 em seu blog:

O Glauco costumava faltar bastante aos encontros de Los 3 Amigos, pelo menos na época em que eu participei do bando. Mas, quando ele aparecia, dava conta do recado em segundos e logo sumia novamente. Ele tinha um dos traços mais difíceis de imitar. Era muito caligráfico, quase uma assinatura. O Laerte era o único que conseguia fazer o boneco do Glauquito quando o Glauco não estava. Numa entrevista com Los 3 Amigos, o Glauco faltou a sessão de fotos e nós tivemos a idéia de fazer uma caricatura dele pra preencher sua falta (desculpa, só tenho a foto assim, minúscula). Que notícia de merda, essa de hoje, hein?

Glauco em 1987 (foto: Fabio M. Salles)

Glauco em 1987 (foto: Fabio M. Salles)

Uma ótima entrevista com Glauco no UOL:
Glauco sempre sentou na turma do fundão

Vinheta de Glauco na Globo

Vinheta de Glauco na Globo

Na matéria “Mataram o Glauco. Morremos um pouco também.“, a jornalista e blogueira do portal R7 Rosana Hermann fala sobre Glauco e sobre seu trabalho na comunidade, em torno do Santo Daime. O diretor do BBB10, Boninho, também se manifestou no Twitter sobre Glauco:

Meu Salve pro amigão Glauco Villas Boas, gênio do cartoon nacional, morto hoje em sampa. Viva Geraldão, Dona Marta e Los três Amigos.

Glauco em 2002 (foto de Raphael Falavigna)

Glauco em 2002 (foto de Raphael Falavigna)

Também no Twitter, Rafinha Bastos e Marcelo Tas lamentam a morte de Glauco:

– [Rafinha Bastos] Que lixo a morte do Glauco. Que tempo de merda q a gente tá vivendo na segurança deste país!
– [Marcelo Tas] Arrasado/indignado com a morte do Glauco

Leia também:

Cartunista da Folha, Glauco morre em tentativa de sequestro
“Perdi boa parte da minha história com a morte do Glauco”, diz Angeli

Glauco em 1986

Glauco em 1986

No artigo “Glauco revelava os políticos no delírio infantil do poder” do Terra Magazine, Claudio Leal relembra a política também presente nas tirinhas de Glauco:

Quando morrem, os humoristas não merecem ir para o céu. Assassinado junto com o filho, Raoni, na madrugada desta sexta-feira, em Osasco (SP), o cartunista Glauco Villas Boas inviabilizou seu passaporte para o lugar-comum dos vertebrados: era impertinente, livre, subversivo e de oposição. Olhando bem, nesta República poucos justificam os quatro carimbos. Não confundir um humorista com os piadistas e os imitadores anedóticos. Estes são aceitos em qualquer festa. Os humoristas, em seus confrontos de Oscar Wilde, Dorothy Parker ou Millôr Fernandes, não gozam descanso terreno ou eterno.

(…) Mas o que o distanciava do mestre era justamente o que determinaria a personalidade artística de Glauco: o impulso dessacralizador da política. A partir de 1977, iniciou sua colaboração com a “Folha de São Paulo”, no momento em que o humor vivia o conflito entre a militância e a contestação da esquerda. Ele reduzia a República a seus elementos mais infantis, para revelar o nonsense de engravatados e congêneres. Fernando Henrique Cardoso, papada e tremedeiras de intelectual da primeira infância. Lula, charuto híbrido de sindicalista e líder plenipotenciário. Os gestos infantis são, óbvio, fundadores do ser humano. E Glauco descascava as pompas dos políticos brasileiros até deixá-los montados num cavalinho. Não parece o Arruda num carrossel?

Leia o texto completo clicando aqui.

Homenagem de Jomar Brittes

Homenagem de Jomar Brittes

O presidente Lula também se manifestou sobre a morte de Glauco. Leia a íntegra do comunicado:

“Glauco foi um grande cronista da sociedade brasileira, entendia os usos e costumes da nossa gente e expressava isso com inteligência e humor. Fiquei triste com a notícia de sua morte e chocado com as circunstâncias inaceitáveis que também levaram seu filho Raoni. Foi uma perda tremenda. Diante dessa verdadeira tragédia, quero expressar meu sentimento de pesar a familiares, amigos e admiradores.”

Geraldão, Geraldinho, a gente vai sentir falta (FabioRex)

Geraldão, Geraldinho, a gente vai sentir falta (FabioRex)

A ironia do destino na última tirinha de “Dona Marta”, publicada na edição desta sexta-feira, 12.03.2010, do jornal “Folha de S.Paulo”, que mostrava a personagem de Glauco numa disputa armada com seu chefe:

Dona Marta em 12.03.2010 na Folha

Dona Marta em 12.03.2010 na Folha

~ por Tommy Beresford em março 12, 2010.

2 Respostas to “Homenagens a Glauco Villas Boas”

  1. Uma tragédia para os quadrinhos…

  2. Conheci o lado espiritual de Glauco : um grande humanitário que só ajudava os necessitados e também um lindo trabalho de recuperação de usuários de drogas , uma grande alma que agora descança nos braços do Pai Eterno …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: