Globo Rural, 30 anos

O ‘Globo Rural’ vai ao ar aos domingos, logo após o ‘Pequenas Empresas & Grandes Negócios’, e de segunda a sexta, logo após o ‘Telecurso Ensino Fundamental’. No dia 06 de janeiro de 1980 foi ao ar sua primeira edição e, em três décadas, as equipes do programa viajaram incontáveis vezes por território nacional, além de gravações em países de todos os continentes – entre eles, França, China, África do Sul, Austrália e Vietnã -, para mostrar novidades referentes ao campo, às técnicas na agricultura, e atualidades econômicas. Neste domingo, 10.01.2010, em comemoração ao trigésimo aniversário, será apresentado um especial sobre a tribo dos Kuikuros, que mescla temas culturais e agrícolas:

A ideia de falar sobre esse povo indígena surgiu em uma das quatro viagens que o repórter Ivaci Matias – que também comemora 30 anos na equipe do ‘Globo Rural’ – fez ao Parque Indígena do Xingu, a maior reserva de floresta contínua do estado do Mato Grosso. “São muitas as contribuições dos índios na domesticação de plantas que hoje fazem parte da nossa cultura. O exemplo mais conhecido é o da mandioca, mas os Kuikuros são conhecidos por utilizar o pequi, considerado, por pesquisadores, um tesouro genético”, diz Ivaci.

Ivaci Matias e indio Kuikuro

Ivaci Matias e indio Kuikuro

Neste especial, o programa será dedicado integralmente à história desse povo indígena, que reside na margem do rio Coluene. Os mais de 700 índios da maior e uma das mais antigas tribos do Xingu originalmente viviam nas fronteiras do Brasil com a Venezuela e a Guiana. Naquele período, eles eram nômades e viviam do extrativismo. Quando se mudaram para o Xingu, passaram a praticar a agricultura e hoje cultivam 16 espécies diferentes de pequi. Faz parte da tradição dos Kuikuros presentear todas as crianças que nascem na aldeia com um pomar de pequi. O plantio é feito durante a colheita.

O repórter Ivaci Matias e o repórter cinematográfico Francisco Maffezoli Jr passaram dez dias com os índios Kuikuros e escolheram a data para participar da festa da colheita do pequi. Na aldeia, cada oca tem um aparelho de TV. Os índios também têm internet disponível em uma sala para todos. Os Kuikuros tem até uma equipe de TV para registrar o cotidiano da aldeia.

~ por Tommy Beresford em janeiro 9, 2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: