Mara Manzan (1952-2009)

Mara Manzan

Mara Manzan

A notícia da morte da atriz Mara Manzan consterna seus fãs, que acompanharam sua luta pela vida durante as gravações da novela “Caminho das Índias”. Do portal G1:

A atriz Mara Manzan, de 57 anos, morreu de câncer no pulmão, às 8h15 desta sexta-feira (13). Ela estava internada desde sábado (7) no Hospital Rios D’or, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, onde fazia tratamento. Sua última novela foi “Caminho das Índias”, como Ashima, uma indiana residente no Brasil.

Segundo o hospital, a doença já estava em fase de metástase, que teria evoluído para o óbito.

Leia mais clicando aqui.

Posts relacionados:
Mara Manzan: Pensamento positivo diante das adversidades
Mara Manzan: Afastamento para tratamento
Mara Manzan: Internação

Mara Manzan

Mara Manzan

Do blog da Revista da TV:

Através de seu diário eletrônico no portal BlogLog, Mara costumava falar do câncer e passar mensagens positivas para seus fãs.

Não foi diferente no dia 5 de outubro, quando escreveu pela última vez no blog: “Estou novamente num momento muito feliz da minha vida. Graças a Deus estou me sentindo cada dia melhor, cheia de vontade de trabalhar… …hoje eu posso dizer que valorizo muito mais a vida, quero morrer bem velhinha, se possível ver meus netos grandes, quem sabe ser uma bisa bem animada, sempre trabalhando e trazendo alegria no coração para os meus queridos fãs que estiveram todo o tempo do meu lado me dando força, me ajudando sempre a confiar”.

Mara iniciou a carreira ao 17 anos, em São Paulo, no Teatro Oficina. A atriz morou em Fortaleza por um tempo e chegou a dividir teto com os Mutantes, na Serra da Cantareira. Fez aula de circo e especializou-se em pirofagia, a arte de cuspir fogo. Ela já invadiu uma corrida de São Silvestre, em São Paulo, e aproveitou uma das vindas de Madonna ao Brasil para mostrar suas habilidades.

– Eu sempre fui assim, meio louca. Queria divulgar o circo, mostrar que esses artistas têm valor, mas isso me custou muito caro. Esse câncer no pulmão não é só o cigarro, tem a ver também com o querosene, que a gente coloca na boca para cuspir as labaredas. Esse querosene é muito tóxico e eu inspirava aquilo diariamente – disse Mara, em entrevista ao Globo em abril.

Leia mais clicando aqui.

Leia também:
Glória Perez: “perdemos a Mara Manzan, a alegria em pessoa”
Corpo de Mara Manzan será velado hoje no Rio
Artistas lamentam morte da atriz Mara Manzan

Do comunicado oficial da Rede Globo, recebido por email:

(…) Um dos trabalhos mais marcantes de Mara foi na novela ‘O Clone’, em que Dona Odete celebrizou o bordão “Cada mergulho é um flash!” e acompanhava as peripécias de sua filha Karla, interpretada por Juliana Paes. Seu último trabalho foi na novela ‘Caminho das Índias’, em que viveu Ashima, uma viúva indiana que morava no bairro carioca da Lapa. Em sua trajetória na televisão, também participou das novelas ‘Duas Caras’ (Amara), ‘Cobras & Lagartos’ (Marilene), ‘Senhora do Destino’ (Janice), ‘Kubanacan’ (Agatha), ‘Pecado Capital’ (Alzira), ‘Salsa e Merengue’ (Sexta-feira) e ‘A Viagem’ (Edméia), além da minissérie ‘Hilda Furacão’ (Nevita). No cinema, atuou recentemente em “Sexo com Amor?”, longa-metragem de 2008, dirigido por Wolf Maya.

Sua estreia como atriz, entretanto, foi no teatro. Nascida em uma tradicional família paulistana, Mara era uma criança tímida e jamais imaginou que um dia pudesse seguir a carreira artística. Aos 17 anos, conheceu o Grupo Teatro Oficina e ficou encantada pela companhia que, na época, era dirigida por Luiz Antônio Martinez Correia. Mara ficou amiga da turma e começou a desempenhar as mais variadas tarefas para o grupo: ajudava na bilheteria, comprava sanduíches, colaborava nos bastidores. Sua estreia no palco foi de repente, no dia em que uma atriz se machucou. Como a casa estava cheia e o espetáculo não podia ser cancelado, Mara foi retirada da bilheteria para substituí-la, já que conhecia o texto tão bem quanto os próprios atores. Daquele dia em diante, nunca mais abandonou a arte de atuar e participou de mais de trinta peças. Ao longo da carreira, a atriz também fez aulas de circo e se especializou em pirofagia, a arte de cuspir fogo.

Mara Manzan será velada nesta sexta-feira [13.11.2009], a partir das 20h, na capela 01 do cemitério Memorial do Carmo (Rua Monsenhor Manuel Gomes, 287, Caju, Rio de Janeiro).

~ por Tommy Beresford em novembro 13, 2009.

3 Respostas to “Mara Manzan (1952-2009)”

  1. nossa adorava o trabalho de mara manzan, sinto muito é uma grande perda: que Deus a tenha no bom lugar.

  2. QUE DEUS a coloque em um bom lugar!!
    fica com DEUS amiga.

  3. Fiquei sabendo hoje da triste perda da nossa querida Mara Manzan…fazer o qu

    Gostava muito de Mara Manzan…foi uma grande perda!
    vai com DEus….vc Mara!com certeza deixou o seu recado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: