Aprendiz: Justus enfrenta cada uma…

Roberto Justus

Roberto Justus

Os fãs de “O Aprendiz” certamente irão acrescentar ou corrigir algumas das informações (deixem seus comentários), mas o site do jornal O Dia publicou ontem uma matéria que fala sobre as situações mais polêmicas, inusitadas ou engraçadas de todas as edições até agora:

Roberto Justus, nesse tempo, já foi demitido e conseguiu virar o jogo fazendo a saída voltar a ser uma demissão e mostrou que, apesar de ser sempre frio, tem coração se emocionando com histórias.

Os participantes foram desleais, tentando subornar, ou mostraram alguma falta de proximidade à língua portuguesa, cometendo erros de português. A semelhança é que todos negam o erro de início.

Confira alguns casos marcantes de O Aprendiz:

– Tentativa de suborno

Eduardo foi demitido por ter pensado em subornar um fiscal no oitavo episódio da quarta série do O Aprendiz. O concorrente tentou argumentar. Negou no começo, admitiu uma parte no meio e assumiu no final. Ele pediu desculpas e fez questão de dizer que aquela não era a conduta normal dele. Mas, Justus não aceitou o argumento.

– Justus, você está demitido da minha vida

Peter Collins tentou demitir Justus da sua vida, essa foi sua fala. Sua tentativa foi em vão. O empresário passou-lhe uma carraspana que, ao invés de demitir, ele foi mesmo demitido. Claramente constrangido e vencido na argumentação, o concorrente se desculpou e saiu de cabeça baixa da sala.

Justus chegou a dizer que ele tinha contrato e não poderia pedir demissão. O que não é verdade, um contrato pode ser desmanchado unilateralmente, podendo ser exigida multa.

– “Just’O’s”

Roberto Justus pediu para Pedro Frazão e Martha Mendes traçarem seus planos para o futuro. O participante, quando foi colocar o nome do chefe, escreveu “Justos”. Negou o erro no início, dizendo que seu “U” era muito fechado, mas acabou assumindo o erro. Foi demitido.

– Uma vaga a menos

Fábio Taddei queria acompanhar o nascimento de sua filha, mas Justus o convenceu a continuar no programa. Após fracassar em uma tarefa, ele e Braga ficaram como opções para o dono do programa e ele demitiu o segundo. No começo da tarefa seguinte, Fábio se demitiu, o que causou fúria em Roberto, que disse que poderia ter poupado Braga.

– Justus também se emociona

Apesar de sempre frio e duro, Justus mostrou que é compreensível no quinto programa O Aprendiz. Quando Adriana começou a chorar, dizendo que estava com saudades do filho e que não seria justo continuar na competição enquanto os outros competidores estão mais fortes emocionalmente que ela.

Justus, em vez de lamentar o fato, apontando as fraquezas do competidor – como já fez com outros participantes que desistiram – entendeu a posição de Adriana e a desejou sorte, afirmando que ela não seria a demitida da noite.

Depois, para os conselheiros, disse que ficou emocionado com o choro da carioca por estar esperando seu quarto filho, o primeiro com a nova mulher, Ticiane Pinheiro.

– Sem demitidos

Justus, no quinto episódio do quarto Aprendiz, não demitiu ninguém. Foi a primeira que nenhuma cabeça foi cortada em uma rodada. Ele até já havia poupado o pior participante de uma tarefa na primeira edição, mas uma concorrente tinha saído por problemas de saúde durante a prova.

A matéria foi encontrada neste link.

Apesar da derrapada fatal, Eduardo foi um dos melhores candidatos que já passaram pelo Aprendiz. Sobre o “pedido de demissão” de Rebeca nesta sexta edição, leia no resumo do episódio 10, clicando aqui.

~ por Tommy Beresford em maio 14, 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: