Memória: Japan Pop Show e Imagens do Japão

Rosa Miyake

Rosa Miyake

Do jornal Nippo-Brasil:

Em matéria de qualidade, não foram os mais primorosos. Mas tinham os seus fãs também fora da comunidade nikkei. Concorrentes na grade da programação dominical, Imagens do Japão e Japan Pop Show tinham em comum as belas apresentadoras, esposas dos donos do programa.

Os nipo-brasileiros começaram a aparecer na telas de televisão em outubro de 1970, na TV Tupi, canal 4, aos domingos, das 12h às 15h30, com o programa Imagens do Japão, produzido pela Okuhara Production (Mário Okuhara).

A família Okuhara vivia um momento bastante especial: nesse ano, os irmãos Okuhara, que também eram proprietários da Rádio Santo Amaro, causaram alvoroço na comunidade nipo-brasileira. Tinham sido responsáveis pela vinda de Missora Hibari, a rainha da música japonesa. Com três apresentações no Ginásio do Ibirapuera, o público chegou a 40 mil pessoas.

Imagens do Japão era um programa de variedades que, de acordo com o slogan, visava a transmitir “informação, divertimento e cultura”. No primeiro ano, a apresentadora era Reimi Honda, que já trabalhava na Tupi, conforme escreve Harumi Yamaguchi para o livro Coronia Gueinoshi. Depois, entrou Rosa Miyake, que, ao longo de mais de duas décadas, algumas vezes, chegou a dividir a tela com outros apresentadores (como Alberto Murata, que se encarregava das locuções mais formais), mas sempre foi a titular absoluta do programa.

Em outubro de 1973, foi ao ar o programa Japan Pop Show, da Matsuda Production, de Nelson Matsuda, que trabalhara cerca de um ano na Okuhara Production. Começou na TV Bandeirantes, aos domingos, 6 da manhã, durante 40 minutos, também com uma programação variada. A apresentação estava a cargo do casal Matsuda – Nelson e Suzana.

A exemplo dos programas radiofônicos, os da TV também mantiveram estreita ligação com a música popular japonesa. São memoráveis os concursos de karaokê (no melhor estilo dos programas de calouros, com jurados e platéia), com etapas e etapas a serem vencidas na disputa de valiosos prêmios (carro zero-quilômetro ou viagem ao Japão).

Leia mais clicando aqui.

~ por naomi em janeiro 18, 2009.

21 Respostas to “Memória: Japan Pop Show e Imagens do Japão”

  1. Eu adorava este programa tenho muitas saudade

  2. Bom dia Naomi!
    Estou a procura de vídeos de apresentações que eram realizadas no programa Japan PoP Show, como dança música etc.
    Eu fazia parte de um grupo que fez algumas apresentações no programa.
    Os integrantes que eram mais conhecidos por dançar e cantar em Nihongo e serem brasileiro são Robertinho (Hoje Roberto Casanova) e Wilsinho que eram experts no BREAK DANCE.
    O Robertinho esta no Japão atualmente e postou um vídeo no You Tube de uma apresentação na NHK.
    Tenho um vídeo postado por mim também de uma apresentação em uma época que curtíamos um evento da Colónia no IPÊ Club em 1990, caso queira ver, esta como -Apple Music Miami Vice 1990-
    Espero que possa me dar esta informação a respeito dos vídeos do programa, ou de alguém que possa ter este material.
    A maioria do pessoal da época esta no meu ORKUT, se desejar será um prazer em ter você como mais uma amiga.
    Aguardo um tk!
    Tenha um ótimo dia e seja feliz sempre.

  3. ´Com relação ao programa de televisão “Imagens do Japão” posso comentar a respeito pois tive a sorte de participar da transição do rádio, no caso a Rádio Santo Amaro, para a televisão. Nos anos 68 e 69, fui locutor da Rádio Santo Amaro; fazia 2 programas nipônicos diários em dupla com a locutora japonesa Noriko Matsubara, dona de uma voz suave, bonita e cativante que fazia sucesso na época. A rádio pertencia aos irmãos empreendedores Kohei e Mario Okuhara. Acredito que ainda em 1969 o sr. Mario Okuhara, dono de Discos Astrophone, planejou a criação do programa de TV Imagens do Japão. Fui enviado pelo sr. Mario à TV Tupi, onde fiz estágio no programa “Almoço com as Estrelas” de Airton e Lolita Rodrigues; depois no programa “Caravelas da Saudade”, específico da colonia portuguesa. Gostaria de lhes dizer que com muito orgulho, agradecendo a oportunidade e a confiança depositada pelo sr. Mario Okuhara,deixando a modéstia de lado, fui o responsável na formatação e produção do programa por mais de um ano.
    Alguém que se interessar por mais detalhes, principalmente da imprensa, estarei à disposição.
    Hoje, estou residindo na cidade de Apucarana, no Paraná, onde há a famosa Festa da Cerejeira.

  4. Naomi parabens pelo trabalho mas na verdade gostaria de sabrer se é possivel conceguir copia de programas antigos?
    tenho uma parente procima que apresentava este programa na decada de 70. e como era pequena e já morava aqui no sul, não podia assistir pois não avia transmissora deste programa!
    você poderia me responder se possivel!
    faz mais de trinta anos que perdi o contato com ela e não sei muito de seus dados mas a amo muito ela é muito importante para mim!É minha vida!obrigado pela atenção!

  5. Margarete, não tenho muita lembrança das apresentadoras que passaram pelo programa ao qual vc provavelmente está se referindo – “Imagens do Japão”. Lembro-me da Eunice Higuchi. Com certeza há outras pessoas que poderão dar as dicas que vc necessita. Provavelmengte, o Alberto Murata, apresentador do programa por muitos e muitos anos, possa lhe dar as informações. Tenho como contatá-lo.

  6. O quadro de jurados do ‘Uta no Champion’ era singular: dentre outros, tinha o sensei Yasuichi ‘Durão’ Okamoto, Dr. Ênio Campos, e Idalina de Oliveira… aliás, como ela foi parar lá??? Sempre quis saber sobre algo a respeito, só sei que ela gostava muito da comunidade nikkei, mas nada mais do que isso.
    Legal, a lembrança desses dois programas!!!

  7. Um dos maiores orgulhos de minha vida, conforme relato acima,foi ser PIONEIRO do Programa “Imagens do Japão” nos idos 1969-70.

  8. Eu admirava a Akiko Hideshima.
    Puxa…que saudade!!!

  9. Naomi, sendo um dos colaboradores/responsáveis pela produção da seção “Haicai Brasileiro”, desde os tempos em que o Nippo-Brasil se chamava Notícias do Japão, estranho muito não ter sido procurado para a elaboração dessa matéria.
    Na verdade, sou o primeiro nissei a surgir no rádio brasileiro como locutor em português.
    Isso, nos idos de l957 no programa “Melodia da Terra das Cerejeiras”, Rádio Cultura (Av. São João). Depois, fui para a Rádio Bandeirantes (Paula Souza), Radio Diário do ABC e finalmente como a voz do programa “A Voz do Nissei”, produzido pelo jornalista consagrado Takao Miyagui.
    Minha voz está na abertura dos dois LPs gravados ao vivo no show da Missora Hibari no Brasil.
    Participei de todos os “nodojimans” (concursos de calouros) apresentados nos Cines Jóia e Nippon.
    Fui o primeiro apresentador do programa “Imagens do Japão” na extinta TV Excelsior, hoje Rede TV. Na época, o Mário Okuhara, grande empreendedor, produzia simultaneamente “Estampas do Japão”, pela TV Paulista, hoje Globo, lá nos estúdios da Marechal Deodoro. Também eu lá.
    Só bem depois que ganhei uma companheira de apresentação. Primeiro, a Eunice Higuchi. Depois a Reimy e bem depois surgiu a Rosa Miyaki, creio que quando já estávamos na TV Record.
    Tudo o mais que aí está escrito é verdade.

  10. Eu adorava assistir ao programa “Imagens do Japão” com Alberto Murata e Rosa Miyake. Torço para que os novos empreendedores da colônia invistam em programas de rádio e TV e resgatem a cultura japonesa que anda cada vez mais esquecida a cada geração.

  11. alberto murata,quais locuções Que Mais Marcaram e Que Eram mais memoráveis e espóricamente que você fez para o programa imagens do japão?Um Abreço do Ex-Telespectador do Imagens do Japão,Marcos Kenji Kaneko.

  12. Relembrando os bons tempos em que eu era assíduo telespectador do Imagens do Japão, além dos apresentadores admiráveis como o Alberto Murata e Rosa Miyaki, a imagem que me vem de imediato é a da cantora Akiko Hideshima.Eu particularmente a considerava a melhor cantora da colônia.Hoje muitas cantam bem mas como ela, eu ainda não vi.

  13. Em 1990 eu desfilei num concurso de Miss Nikkei Verão, então fui contar aos meus filhos e, simplesmente eles não acreditaram. Gostaria muito de mostrar a eles cmo foi, se você tiver as imagens gostaria que me enviasse. Sinto muita saudade daqueles tempos…Me sentia viva, vocês me faziam sentir viva. Muito obrigada pela oportunidade. Foi breve, mas inesquecível.
    Beijos,
    Simone

  14. Poxa… queria videos desse programa também!

  15. Eu lembro, vagamente, de minha mãe assistir ao programa Imagens do Japão e, eu tenho pouca memória para tecer comentários; era menina.

    Hoje, ao ser membro do Grêmio de Haicai Caminho das Águas, desde 1997, agradeço a todos os amigos haicaístas, que me deram a oportunidade, de não só ter conhecido Teruko Oda – amiga e mestra haicaísta e, poder dizer, emocionada, que eu tive o prazer de conhecer, Alberto Murata (falecido este ano).

    Neste domingo, na casa de uma amiga em comum, iremos prestar-lhe uma homenagem – in memorian – com poesias e músicas.

    À colônica japonesa e fãs do programa Imagens do Japão, deixo aqui, pequenas passagens, de meu convívio com Murata., aqui deixo estas pequenas passagens, do encontro com Alberto Murata ao vê-lo escrever haicais e o acompanhar ao violão, o amigo cantar.

    Que Deus o ilumine, na jornada espiritual.

    Abraços,…

    P.S. Eu não vou prometer, mas vou fazer uma busca para encontrar uma única foto, que eu tenho de Alberto Murata para enviar aos Srs e, poder publicar, aqui no site, nesta página.
    …………………………………….

  16. Pessoal, se alguém tiver as imagens do Japan Pop Show, gostaria muito de ver dos anos 1982/1983…abs alex

  17. Ola! Hj em um almoço com um grande amigo, falamos sobre a nostalgia, dos nossos maravilhosos momentos passados, e uma das maravilhas que tinhamos aos domingos, era o japan pop show, e olha, esse meu amigo, ja contou no programa, teria ainda em arquivo, alguma imagem dessa epoca?

  18. Quem se lembra da Mary Kassa? Ela era uma das bailarinas e tbm foi jurada

  19. Post antigo. Mas queria perguntar uma coisa… Lembro-me de uma música que era usada nos intervalos comerciais do Imagens do Japão, acredito… era uma música até meio sombria. Será que alguém sabe que música era aquela? Acho que tinha sons de Koto, Violinos e flauta shakuhachi, mas não tenho certeza, era criança e nem pensava nos instrumentos…

  20. Por falar em Imagens do Japão, tive a oportunidade de conhecer pessoalmente um dos jurados do programa: O Professor de música Yoshiaki Sato. Fui aluno dele, de órgão eletrônico. Foi em meados dos anos 80, a escolinha dele ficava no bairro de Liberdade, SP. A imagem dele que me vem à memória, é de um senhor mais ou menos na casa dos 70, calmo, paciente, sorridente e metódico. Inesquecível.

  21. Eu lembro do Japan Pop Show. Nelson e Suzana Matsuda estão vivinhos da silva, obrigado. a vinheta de intevalo comercial do “Japan Pop Show” nos anos 80 era o mesmo da abertura e encerramento. a música se chamava Love Is Over. Nelson, Suzana, saudades de vocês. quem sabe se vocês voltam a TV Brasileira com o novo “Japan Pop Show”, que poderia mesclar platéia, show de variedades, musicais e notícias em outra emissora brasileira. abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: