Aguinaldo Silva: Preconceito em Paris

Jornal O Dia - 09.01.2009

Jornal O Dia - 09.01.2009

Do Jornal O Dia em 09.01.2009:

O novelista Aguinaldo Silva revelou ontem em seu blog ter sido agredido em um dos cafés mais famosos de Paris. Além de ter levado um tapa de uma brasileira, o autor contou ter sido vítima de tratamento homofóbico de um garçom do local. No texto ele não afirma quando o episódio aconteceu.

No blog, o autor de ‘Duas Caras’ contou que estava sentado tomando vinho no café Les Deux Magots, quando uma mulher loura e alta perguntou, em português: “Você é o Aguinaldo Silva, tchê?” O autor confirmou.

“Respondi já todo pimpão, pensando ter sido reconhecido por uma fã… E logo em Paris, imaginem!”, escreve.

Ele, então, foi surpreendido por um tapa e por desaforos.

“Safado, veado fascista, reacionário filha da puta!”, teria dito a mulher.

O autor conta que, ao ver todos à sua volta olhando para ele e ao ser questionado pelo garçom, respondeu “com imaginação de ficcionista desvairado” que era sua ex-mulher. O atendente provocou. “Já sei: o senhor a traiu, ou pior ainda, deixoua por outra”, relata o autor, que não perdoou. “Por outra não — eu não resisti e repliquei: por outro”.

O garçom respondeu, indignado: “Isso é uma coisa que não existe aqui na França”.

Em seguida trouxe a conta, não requisitada por Aguinaldo. “Trate de pagála”, disse o francês. “Botei o meu rabo de raposa loura e felpuda entre as pernas e fui embora”, conta Aguinaldo.

O novelista diverte-se ao lembrar que, quando vai ao local, confere se o atendente está de folga e, que quando sai do restaurante, passa em uma igreja e pede para que seu ‘inimigo’ seja logo demitido por justa causa.

Em dezembro, Aguinaldo usou o blog para contar que foi vítima de abuso sexual aos 13 anos, como O DIA noticiou.A notícia rendeu 87 mil citações na Internet.

~ por Tommy Beresford em janeiro 9, 2009.

Uma resposta to “Aguinaldo Silva: Preconceito em Paris”

  1. Ninguém é vítima de abuso sexual aos 13 anos. Ou fez porque quis ou foi vítima de violência sexual, não de abuso. Abuso acontece quando não tem consciência nem maldade frente a um abusador, iou seja, o abuso só é possível com crianças, não crianças de 7 ou 9 anos, mas de 6 ou menos. Não é porque se usa, juridicamente, um termo incorretamente que ele pode ser usado fora do jargão jurídico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: